terça-feira, 6 de novembro de 2012

Olá...

Quem é vivo sempre aparece, não é verdade? Um mês depois, mas apareci. E peço desculpa por ter desaparecido sem dar notícias.
 
Nem sei bem por onde começar, mas talvez comece só com uma pequena explicação e depois vou escrevendo ao longo dos posts o que tem acontecido. Sim, eu vou escrever mais posts, porque eu vou voltar!
 
Sabem, isto da motivação tem muito que se lhe diga. A motivação não aparece só porque dizemos, numa noite, depois de ter enfardado este mundo e o outro, que vamos mudar e que amanhã sim, é o dia de assentar a cabeça e fazer as coisas certas se queremos alcançar alguma coisa. A motivação tem de vir de cá de dentro, temos de sentir alguma coisa a puxar-nos mesmo para fazer isso. Temos de acreditar com tudo o que temos, sentir que somos capazes. Eu sei como isso é porque foi o que me aconteceu no verão. Sentia-me capaz de mudar, de conseguir. Sentia-me forte e conseguia ver algumas mudanças a acontecer. Cada dia que passava estava mais motivada, estava tão orgulhosa de mim e da minha força que nem ousava pensar sequer em comer um bolo. Estava concentrada no meu objectivo, de férias e apenas com isto a preocupar-me a cabeça. Agora é dificil. O ano passado aconteceu a mesma coisa por esta altura: faculdade, stress, problemas pessoais... tudo a acontecer. E não tenho conseguido concentrar-me no meu objectivo e ultimamente só consigo pensar que não sou capaz. Consigo imaginar-me a ser forte, mas não o consigo ser, percebem? Na minha cabeça sei que consigo resistir a um bolo, mas na verdade não é isso que o faço. Porque estou completamente desmotivada. E para uma pessoa que sempre "comeu as emoções" é ainda mais complicado. Vocês não imaginam (ou se calhar até imaginam) o quanto me sinto derrotada e triste comigo. O que eu era quando comecei este blog e o que sou agora... é ridículo.
Eu não estou a querer arranjar desculpas, estou apenas a contar aquilo que se passa na minha cabeça. Não me reconheço. Eu não sou de baixar os braços, toda a gente que me conhece sabe isso e que luto sempre, só que eu acho que estou cansada... mesmo. Isto sempre me atormentou, e eu cada vez estou mais cansada de lutar. Não vejo resultados quando me esforço a sério, estou sozinha porque ninguém entende onde eu quero chegar e por mais focada que tente estar e abstraída de tudo o resto, é difícil. A minha mãe diz que eu sou apenas uma miúda de 20 anos, esforçada, mas que quer fazer tudo e ser tudo ao mesmo tempo e ninguém consegue viver assim. Por um lado ou outro, a corda acaba por rebentar. E talvez seja isso que está a acontecer. Não é isso que eu quero, eu só quero encontrar a direcção certa outra vez. Por isso é que eu tenho de voltar a escrever aqui e a visitar os vossos blogs. Tenho de voltar a encontrar aquela Joana focada que eu era, e conto com a vossa ajuda. Porque eu sei que vocês se lembram dela, assim como eu me lembro.
 
Ajudam? É que eu acho que ela ainda anda por aí, mas está só com medo... de falhar outra vez.
 

8 comentários:

  1. oh joana ja sentia a falta dos teus posts, era sempre uma pequena motivação para eu me manter focada, e compreendo perfeitamente a tua situação, porque estou a passar exactamente pelo menos, dantes eu era capaz de resistir a tudo! Agora não sei o que se passa comigo. Mas tu és uma rapariga forte, e capaz de te focares no teu objectivo, por vezes há pequenas pedras no caminho, mas faz parte, e tu no fundo tambem te lembras de como eras, eu sei que sim, e tambem sei que estas desejosa de voltar a isso, a voltar a fazer tudo direitinho, porque é assim que te sentes bem, e com isso é obvio que podes contar com a ajuda dos teus seguidores, pelo menos com a minha, força joana, eu acredito que tu és capaz, porque ja foste uma vez, até li num dos teus post esta frase Why choose to fail when success is an option?” era qq coisa desse genero, mas vá joana, porque falhar quando o sucesso é opção TU CONSEGUESSSSS :D

    ResponderEliminar
  2. Querida Joana, compreendo-te perfeitamente. De uma maneira perfeita mesmo! Estava a ler o que escrevias e parecia que me estava a ler a mim. Na realidade as coisas por estes lados também não têm andado nada fáceis, mas sabes uma coisa que me disseram "se cais sete vezes, levanta-te oito". Sim, eu sei que custa levantar. Parece que não temos forças. Mas não pudemos desistir. Se somos nós próprias a desistir de nós, já não há nada a fazer. Por isso peço-te, não desistas. Arranja motivação nos sítios mais estranhos, mas por favor arranja-as. Até porque só o teu blogue é uma imensa inspiração para mim. Deixo-te um abraço MUITO apertado cheio de força. Estou contigo nesta luta :)

    ResponderEliminar
  3. Olá Joana :) sê bem-vinda, espero que fiques por aqui agora porque eu acho que te pode ajudar! a motivação é, sem dúvida, a parte principal, mas se já conseguiste até aqui, tens que ter a certeza que vais continuar a conseguir. Só precisas de dar a volta, o momento de viragem e de voltares a agarrar os teus objectivos.
    Conta connosco para isso! Não vais falhar, não estás aqui sozinha. beijinho*

    ResponderEliminar
  4. Não vais nada falhar. Força Joana, nós estamos aqui!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. conta connosco!
    todas estamos cá para ajudar e ser ajudadas :)
    beijinhos

    ResponderEliminar
  6. é normal de vez em quando fraquejarmos... força, vais conseguir reencontrar-te :)

    ResponderEliminar
  7. Olá Joana,

    conheci o teu blog através do blog da raparigamoderna. Como já deves ter reparado pelo nome, não sou mais uma mas sim um...

    Falar é fácil, foi o que me responderam hoje, quando tentava motivar alguém... desisti... o não aceitar o mínimo de apoio que seja de alguém, é sinal que a pessoa se queixa, mas não está nem aí para mudar o que está mal.

    Isto para introduzir o que te vou dizer, que vai parecer "muito bonito e tal mas na prática não é assim", não é assim se não o quisermos!

    Todos temos altos e baixos na vida, é inevitável! cabe a nós próprios ultrapassar esses momentos.

    "Tough times never last, but tough people do." disse Robert H Schuller. É nisto que te tens de focar, auto-confiança lá no cimo, és forte! e a tua força perdura em relação aos momentos maus!

    Faz como eu, aprende a ter motivação, o exercício, a alimentação, pode não ser o melhor para aumentar a motivação, mas aprende a criar motivação com coisas que realmente gostas e que te sentes bem! assim que "dominares" a motivação, converte-a em hábitos! isto porque, nós somos feitos de hábitos, hábitos ficam, a motivação pode-se perder!

    Eu sou apenas mais um, como vocês todas, que a sociedade de forma bastante errada nos olha de lado, e nos faz sentir a nós "anormais".. quando somos nós que estamos correctos e cuidamos do nosso corpo e saude! Não estás sozinha nisto, como já reparaste há pessoas que "dependem" dos teus posts para aumentar a motivação, não penses que é para te por mais trabalho/pressão em cima, mas sim porque acreditam em ti, da forma que tu tens de acreditar em ti própria!

    Só mais um aumentozito de motivação, quando quiseres algo da forma como queres o ar que respiras, tudo é mais fácil!

    (escrevo tanto damn... :S)

    Força, vou ficar por aqui, para te dar nas orelhas a próxima vez que ler um post em que demonstras desmotivação! :P

    Beijinho

    ResponderEliminar
  8. Bem Joana, desapareceste mesmo daqui. Mas espero que voltes com força.Sempre te achei tão motivada e empenhada , decerto que é só uma fase menos boa.
    Estamos aqui para te apoiar!
    Força

    Beijosss :)

    ResponderEliminar